quarta-feira, 19 de abril de 2017

elvis

Lendo dois livros, um sobre inovação, outro sobre Elvis Presley. O curioso é perceber que Elvis pode ser, muito bem, uma narrativa de inovação. Se for assim, as narrativas de inovação não são a realização sequencial de uma ideia base. Ela são transformações da própria ideia base, muitas das quais não propositais.

Nenhum comentário:

Postar um comentário